quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Pílula anticoncepcional: mitos e verdades



O anticoncepcional hormonal oral é um dos métodos mais utilizados pelas mulheres para prevenir a gravidez, aliviar os sintomas da TPM, acne, cólica e síndrome dos ovários policísticos. Praticidade e Alta eficácia são os principais fatores que levam muitas mulheres a consumir a pílula.
De acordo com Ginecologista e Obstetra Dra. Denise Gomes (CRM- 117642), Diretora Médica da Plena Clínica, a pílula anticoncepcional deve ser tomada no mesmo horário todos os dias, respeitando o intervalo correto entre as cartelas. Se uma ou mais pílulas forem esquecidas por mais de 12 horas a proteção contraceptiva será reduzida.
“A maioria das pílulas é composta basicamente de e hormônios, estrogênio (etinil-estradiol) e progestagênios (variáveis), que simulam os hormônios estrogênio e progesterona que as mulheres produzem durante o ciclo menstrual. É importante entender o funcionamento da pílula para melhorar a adesão ao método, evitar os efeitos colaterais e preservar a sua eficácia”, explica a ginecologista.
A partir da década de 60 a pílula anticoncepcional passou a fazer parte do universo feminino. O método evoluiu junto com a medicina, tornando-se mais seguro, com dosagens hormonais menores e muito consumido. Desde então muitas meninas ficam preocupadas com o que ouvem sobre a pílula e algumas ficam até com receio de tomar.
A pílula engorda? O uso da pílula provoca espinha e cravos? Aumenta a celulite? Para desvendar essesmistérios que encobrem o anticoncepcional a ginecologista Dra. Denise Gomes revela o que é mito e verdade:
Mudança de humor é culpa da pílula?
Mito! As mudanças hormonais típicas da menstruação causam muitas alterações do humor, e a pílula é um excelente tratamento para isso, deixando o humor da mulher estável.
O anticoncepcional pode afetar o desejo sexual da mulher?
Verdade! A perda da libido pode ocorrer devido ao uso do anticoncepcional que interfere na concentração do hormônio testosterona. Caso, você note esse sintoma procure o seu médico para recomendar o que fazer diante a essa situação.
Pode emendar duas cartelas para não menstruar?
Verdade! Algumas mulheres tomam uma cartela atrás da outra com o intuito de não menstruar, essa prática não interfere na eficácia do anticoncepcional. Caso, você repetir esse procedimento mais de uma vez não se esqueça de avisar o seu ginecologista na próxima consulta.
O uso da pílula pode causar celulite?
Mito! A celulite está relacionada ao acúmulo de gordura e predisposição genética. Consulte com o seu médico se você perceber uma retenção de líquidos, pois o inchaço provoca sensações de que a celulite aumentou.
Quem toma a pílula por muito tempo tem dificuldade de engravidar?
Mito! O que pode acontecer com as mulheres que tomam o contraceptivo oral por muitos anos é demorar um pouco mais para engravidar, pois voltam a ovular em média após 3 meses da suspensão do método.
“Devido ao uso prolongado do anticoncepcional os hormônios podem ficar acumulados nas células de gordura, liberando-os no organismo mesmo após parar de consumir. A infertilidade é menor entre as mulheres que consomem o anticoncepcional”, destaca a ginecologista Denise Gomes.
Pílula provoca acne?
Mito! As substâncias presentes no anticoncepcional ajudam a equilibrar os hormônios masculinos que provocam as espinhas. Em alguns casos, a pílula é até recomendada como tratamento para prevenir a acne e diminuir a oleosidade da pele.
E por último para matar a sua curiosidade de vez: Pílula engorda?
Mito! Elas não engordam. Atualmente as novas pílulas apresentam baixa dosagem hormonal. Mas, se você está sentindo o seu corpo pesado o motivo é outro e não pelo uso contínuo da pílula. Em alguns casos, o inchaço devido à retenção de líquido pode ser confundido com o ganho do peso.
Ginecologista e Obstetra Dra. Denise Gomes, Diretora Médica da Plena Clínica

Nenhum comentário: